Cheque Mais Moradia

Lançado em maio de 2012, o programa Cheque Mais Moradia nasceu com a missão de ser o maior programa habitacional da história de Goiás. Quando de seu lançamento, o governador Marconi Perillo anunciou a disponibilização de mais de R$ 1 bilhão em recursos, graças a parcerias entre os governos estadual, federal e municipais.

Conhecido anteriormente como Cheque Moradia, o Cheque Mais Moradia foi reformulado para que possa atuar em conjunto com todos os programas federais, com a contrapartida garantida do governo de Goiás.  Com a transformação do Cheque Moradia para Cheque Mais Moradia, o benefício saiu do valor original de R$ 5 mil podendo chegar a R$ 20 mil. Com isso, a Agehab consegue atuar em todos os programas federais de habitação, já que cada programa do governo federal prevê recursos diferentes de acordo com o número de habitantes do município que será beneficiado. No programa que o recurso federal é maior, a Agehab coloca menos recursos. Nos que o recurso federal é menos, a Agehab coloca mais, como é o caso do FGTS/Sub-20.  O cheque continua a ser emitido em nome do beneficiário.

Área de atendimento

O Cheque Mais Moradia vai beneficiar 210 mil pessoas com renda mensal de até três salários mínimos, nos 246 municípios goianos, com investimentos que ultrapassam R$ 1 bilhão.

Parceria Agehab/Caixa

Com esta parceria, o cidadão consegue adquirir sua casa própria pagando parcelas mensais de R$ 80 e financiando R$10 mil. O restante do valor, que é a maior parte, fica por conta da Agehab, que banca R$ 20 mil por unidade em Cheque Mais Moradia, da CEF, com R$ 9 mil do FGTS/CEF e dos municípios, que viabilizam o terreno, a infraestrutura e dá suporte para o cadastramento das famílias.

O que oferece

Este programa oferece casas de 40 m² com forro e piso de cerâmica a famílias com renda de até R$ 1,6 mil. O prazo de entrega da unidade habitacional é em torno de oito meses e as famílias contam com a segurança da qualidade da construção. Sem falar na questão da desburocratização.

Vantagem

As parcelas do financiamento. A prestação fica em torno de R$ 80. São parcelas decrescentes. As famílias vão terminar o pagamento com parcelas no valor de R$ 35. Se a casa não contasse com os recursos do Cheque Mais Moradia, a família iria pagar uma prestação em torno de R$ 300.

Modalidades

Cheque Mais Moradia Sub-20

Destinado a municípios com menos de 20 mil habitantes. Ao todo são 57 municípios em que serão construídas 3.555 unidades habitacionais, com valor total do convênio de R$ 106,6 milhões.

Beneficiados: famílias com renda de até R$ 1,6 mil, imóvel na planta. O beneficiário pagará pequena prestação de até 10% da renda.

Cheque Mais Moradia  Sub-50

Voltado para cidades com menos de 50 mil habitantes. Ao todo, 119 municípios serão contemplados pelo convênio, com 4.885 unidades habitacionais na soma.

Cheque Comunitário

Com a mesma função do Cheque-Moradia entregue a pessoas físicas em programas habitacionais a modalidade Comunitário é destinada a prefeituras e entidades. É usada principalmente para à construção, reforma ou ampliação de centros comunitários de atividades múltiplas, creches, escolas, áreas de recreação e praças de esporte.

Cheque reforma

Cheques Reforma que permitem aos moradores de locais como a Vila Mutirão substituírem as casas de placa por alvenaria ou mesmo promover reformas e ampliações de suas moradias.